Westworld 2ª Temporada Episódio 2: Dolores x Maeve, origens do parque e Ford onipresente #CHATLIVRE

Olá, estamos de volta para comentar mais um episódio de Westworld! Caso você não conheça, essa coluna tem a função de debater de forma descompromissada os episódios, como se fosse um chat mesmo, mas claro, com a nossa perspectiva de análise profunda. E aí, qual o impacto do encontro de Dolores com a Maeve? O que descobrimos sobre a criação do parque? E o Ford, se tornou onipresente?

atenção: este post tem spoilers e é apenas nossas impressões do episódio

Ana: Aqui é a Ana se sentindo estranhamente mal por estar torcendo pro William ganhar o jogo

Maeister: Aqui é o Maeister se sentindo otimamente bem por estar torcendo pro William ganhar o jogo.
Bom, Ana já começo tirando o elefante da sala: podemos concordar que esse episódio foi MUITO melhor que o anterior?

Ana: Sem dúvidas. É como eu tava dizendo, o plot agora começou a se desenvolver numa velocidade boa. Tipo o negócio do Vale Além, ou como os anfitriões tinham de uma forma ou outra entrado em contato com o mundo fora do parque

Maeister: Eu vou até mais longe - diria que parte do enredo do primeiro episódio foi descartável. Tirando as coisas que se ligam com esse episódio, como o Bernard, foi muito aquilo que eu falei no post anterior: continuação direta mais para situar o espectador. Isso não é ruim, só não estamos acostumados a ver em Westworld. Por mim, a série podia já ter começado por esse episódio hahaha
Bem, ao longo desse capítulo, que tem o nome de "Reunião", tivemos várias "linhas narrativas". Então já quero perguntar: o que achou do outro lado da história da criação de Westworld? (no caso, o lado do Will e da Delos em si)

Ana: William foi muito inteligente em usar o lugar pra captar informações pra criações de produtos. Quanto mais eu penso sobre, mais faz sentido e mais parece compensar. Obviamente, tem todo o problema de que talvez fazer um marketing e criação de produtos focados nos instintos mais base do ser humano não seja uma boa ideia no aspecto ético, mas é eficaz. Eu também amei ver o Logan amargo, já prevendo o que vai acontecer.

Maeister: Concordo, Will foi muito inteligente, e isso acrescenta muito para a jornada dele. Nos mostra com mais detalhes a sua transformação. É interessante, por exemplo, ele ali enfrentando o Mr. Delos, mas ainda com certo receio. Depois ele já bem seguro de si, na festa de aposentadoria do véio. E após, ele já bem mais maduro, com barba grisalha, voltando a dialogar com a Dolores, se tornando mais próximo do Homem de Preto (e claro, depois tem o gancho sobre a poderosa arma secreta).
Já nisso, quero ressaltar como a atuação dos atores está sensacional! Todos estão magníficos, desde Dolores, passando por Will, à Bernard/Arnold (que na minha humilde opinião se destaca muito. Só pelo jeito de falar consigo perceber se é o Arnold ou Bernard ali).
Sobre a Dolores: o que você tá achando dela?

Ana: Nossa, pensei a mesma coisa. Você consegue saber quando é o Arnold ou o Bernard, e mesmo assim, você vê a conexão entre eles. Eu fico chocada com esse nível de atuação. Já sobre a Dolores, ela visivelmente tem um plano bem claro, mas ela tá usando cada vez métodos mais extremos, parecendo mais e mais com as partes da humanidade que ela detesta. Por isso eu amei o confronto dela com a Maeve, que usa os ideais da Dolores contra ela. E quanto mais a história progride, mais parece que o Teddy vai repetir o propósito dele dentro da história que Ford criou: matar o Wyatt


Maeister: Achei sensacional esse conflito da Dolores com a Maeve! Sinceramente, estou acumulando certa antipatia pela Dolores, justamente por isso que você disse: ela está cada vez mais parecida com as partes da humanidade que ela odeia, soando como uma ditadora. E a Maeve, rainha da porra toda, só quer buscar a filha por que sabe onde vai dar tudo isso. Como ela disse, "vingança é só uma oração diferente no altar deles". O enredo da Dolores soa como a nossa própria história humana, cheia de ditadores pregando liberdade. O livro A Revolução dos Bichos fala bem disso, onde os animais se rebelam e chegam a conclusão: "todos são livres, só que alguns animais são mais livres que outros".
E a onipresença de Ford? O que achou? Eu fiquei brisando no paralelo da série com a religião (que eu já fiz post também rs)

Ana: Aaaaahhh eu quero que a Maeve tenha mais tempo em cena, porque ela tá sendo maravilhosa! E sobre o Ford: ele estar por todo lugar se encaixa MUITO com o personagem dele. Anthony Hopkins não precisa aparecer de novo: o personagem do Ford, mesmo morto, já tá imortalizado. E como os escritores são fudidos, deram até uma prévia disso quando o Ford diz no discurso dele "Dizem que Mozart, Beethoven e Chopin não morreram, simplesmente se tornaram música.". Ele tá lá, por todos os cantos da criação dele. Achei MARAVILHOSO. Também tô amando os paralelos da jornada do William na primeira temporada com essa, inclusive recrutando o Lawrence pra jornada dele de novo

Maeister: Verdade! Eu nem lembrava desse diálogo, puta que pariu.
Acho que vão deixar parte do enredo da Maeve pro final. Pelo que eu tô vendo, o foco vai ser a jornada do Will e da Dolores (que além de querer vingança, tem como objetivo trazer a consciência pro Ted. Coisa que acho que ela vai falhar e, como você disse, vai resultar em sua morte nas mãos do amado, ou vice-versa). Tipo, a Maeve encontrando a filha será um negócio muito emocionante, eles não vão jogar isso de mão beijada agora ou no meio (sem contar que sabemos que vai ter alguma revelação nisso tudo. Bem possível que acabe com a Maeve se decepcionando). Imagina quando rolar o encontro do Will com a Dolores???? Estou ansioso

E sobre o paralelo com religião que eu citei: eu fiquei brisando na história de Fausto, saca? Ou a história de Jó mesmo, em que Deus e o diabo fazem uma aposta. Por que o Will soa como se fosse o diabo: não é o criador, mas tem parte na criação e  contradiz tudo o que Deus quer por ter uma visão diferente. Esse jogo, essa "rivalidade" entre o Ford e ele, é muito interessante. O momento que o Will tenta "trapacear" ou acha um jeito mais fácil e o Ford surge meio que dizendo "opa, você vai ter que arrumar outro jeito de ganhar o meu jogo", é SENSACIONAL.
Mas e aí, tu arrisca a deduzir o que é a tal arma? Tem alguma teoria?

Ana: Eu não tenho nenhuma ideia, na verdade. Eu pensei nos drones, mas não parecem ser eles de longe. As minhas expectativas são do Will e da Dolores terem seu confronto lá, e vai ser uma coisa muito, muito foda. E não duvido o Will conseguir sem trapaças e sozinho, viu??? Não mesmo. Mas acho que vai ter uma revelação pra ele, também. Quero muito ver isso


Maeister: Serião, eu to torcendo pro Will kkkk você sabe bem meu histórico de gostar de anti-heróis e vilões. Will se encaixa no tipo de personagem que eu gosto. O que vai pesar para mim não é nem o confronto dele com a Dolores, mas com a Maeve. E aí surge a eterna pergunta, como o Bernard/Arnold se encaixa nisso tudo? Ninguém sabe né

Ana: Eu acho que a história do Bernard vai ser a que mais irá se estender e se desenvolver de todos, mas continua sendo um mistério pra mim.
O que eu quero mesmo saber é sobre o Peter Abernathy, o que tem todos os dados da Delos na mente e sumiu com todos os outros. Eu quero ver a Charlotte descobrindo o que aconteceu com ele e mais: quero ver se ele acordou, ou não. Também quero ver se o Logan vai ter um papel maior nisso tudo, especialmente porque a irmã dele morreu por causa do William. Ele com certeza não ia deixar isso passar

Maeister: Estavam até brisando na aparência do Peter, nele ser uma versão do Delos pai. Povo fica bem louco com Wesworld, mas também não vou descartar isso hahaha tudo é possível.
E isso dos anfitriões que sumiram, nos faz pensar quem mais é consciente? Por que ao final da temporada 1, eu achava que todos que estavam atacando eram conscientes, mas logo descobrimos que o Ford só mudou as regras do jogo (o que me decepcionou um pouco, mas enfim). Será que tem algum grupo só de anfitriões conscientes?
Por fim, só consigo concluir uma coisa: esse episódio foi sensacional!

Ana: Sim! Eu já quero reassistir ele de novo hahaha, ver se eu não perdi nada, se não tem como distinguir o que é o Vale-Além. Já começamos a ter informação jogada na nossa cara, e normalmente a informação parece algo que não é muito relevante de primeira, então é sempre bom estar alerta. Quero muito os próximos episódios, especialmente ver o arco da Maeve se desenvolvendo mais.

Maeister: Concordo totalmente!
E com essa belíssima fala da Ana, terminamos o post de hoje! O que mais você notou que a gente não conseguiu pegar? Acha que estamos viajando na maionese? Concorda? Discorda? Diz aí nos comentários! Vamos adorar saber.
Não se esqueça de curtir a nossa página no faces, nos seguir no Twitter e conhecer o trabalho da Ana no instagrão ;)

Até semana que vem,
El Psy Congroo.

Nota da Ana: ★ ★ ★  ★ (100/100)
Nota do Maeister: ★ ★ ★  ★ (100/100)

<<< Leia o debate sobre o episódio anterior
Leia o debate sobre o próximo episódio >>>

Postagens Relacionadas

Comentários

Postagens mais visitadas