Pular para o conteúdo principal

Destaques

Steven Universo: reflexões sobre o papel educacional de um desenho

Vivemos em um mundo de conflito, onde olhamos primeiro as diferenças e depois as semelhanças. Por essas e outras eu fico feliz de ter assistido quando criança desenhos que falavam sobre alguém excluído por ser diferente. E por causa disso acredito que Steven Universo, entre outros desenhos atuais, são mais do que recomendáveis para crianças e para qualquer um, pois eles possuem uma mensagem que pode potencialmente melhorar o caráter de alguém.

[Recomendação] Gleipnir


Eu leio um monte de mangás que a maioria das pessoas nunca nem ouviu falar, e dentre eles Gleipnir é um dos mais bizarros, malucos e interessantes. Usando de uma premissa incompreensível e uma abordagem singular, esse mangá conseguiu marcar seu espaço na minha mente.


A premissa inicial é bastante clichê: Shuichi é o protagonista solitário que tem algum poder e Claire, a menina sombria com problemas. Porém, a aplicação disso é muito diferente. Não há nenhum boost de coragem, nenhum super momento shounen, as características básicas do gênero estão presentas, mas a forma como são apresentadas é muito submersiva. Shuichi, por exemplo, se sente um monstro por causa do seu poder, que é se transformar num fantasia grande de uma espécie de lobo, e não tenta ser um herói após isso, enquanto a Claire após seu trauma perde alguns parafusos.


Sinceramente eu esperava que essa história fosse clichê total, que os dois fossem um casalsinho - ah como eu estava enganado. A relação dos dois é muito conturbada e bizarra, Shuichi tem a habilidade de virar monstro, mas não tem garra pra usar seu poder direito, porém ele é uma fantasia, então a Claire simplesmente abre o zipper e entra nele o controlando por dentro, numa espécie de interação que as vezes é até descrita como algo sexual. A parte interessante é que os dois não poderiam ser mais diferentes - enquanto o Shuichi tenta ser uma pessoa normal e fazer "o que é certo", a Claire já perdeu essa noção social e possui tendências muito violentas, logo eles acabam em situações que a Claire faz ele matar alguém enquanto por dentro ele se sente enojado e extremamente culpado pelo que está acontecendo, o que gera conflito entre eles. Apesar de Shuichi sentir certa atração pela Claire, ele também sente uma repulsa por causa da forma como ela age.


A premissa geral é totalmente maluca e sem sentido: caiu uma nave alienígena na terra e várias moedas foram espalhadas por aí, um único alien vivo assumiu forma humana, oferecendo recompensas para quem lhe trouxer as moedas. É ele que dá a habilidade de transformação a essas pessoas. Gleipnir é o tipo de história em que o contexto em si não é coerente, mas que os personagens são. Essa maluquice toda do ET quase nunca entra em foco, a história é sobre uma cidade em que mais e mais pessoas acabam ganhando habilidades de transformação e cria-se um medo em volta do que elas podem fazer com esses poderes. Vale ressaltar que a forma monstro da pessoa acaba sendo um reflexo do seu ego, ou seja, pessoas com fortes tendências violentas tornam-se criaturas melhores para matar. O objetivo dos protagonistas não é salvar o mundo, é impedir que mais pessoas tornem-se monstros assassinos e destruam tudo.


O foco principal acaba sendo a natureza humana desses monstros e o psicológico conturbado dos dois protagonistas, o que fica ainda mais intensificado com a arte grotesca da obra. Ela é violenta, mas não é aquele tipo de violência pastelão shounen: as lutas são feias. Logo na primeira luta a oponente dos dois começa a chorar, agonizar e gritar. É criado um senso de que mexer com poderes e lutas não é algo bonito a que alguém deveria aspirar, mas sim algo amedrontador.


Gleipnir é uma obra criativa e muito impressível, o potencial das ideias é imenso e até agora eu acertei nas minhas suposições que a história iria ficar mais e mais bizarra com o tempo. Uma leitura muito interessante para quem procura uma visão diferente de histórias de luta.

Only Darkness Will Remain.

Postagens Relacionadas

Comentários

Postagens mais visitadas