sábado, 1 de abril de 2017

BOMBA! Netflix anuncia reformulação do elenco de Death Note

Informações polêmicas sobre o longa-metragem vazaram e parece que agora tudo vai mudar

A Netflix acaba de divulgar oficialmente que o longa-metragem de Death Note terá o elenco reformulado. A ideia surgiu depois das reclamações dos fãs, partindo diretamente do diretor, Adam Wingard-Leviosa. 
"Lançamos um trailer e algumas fotos e todos falaram que o filme estava ruim. Obviamente que estão certos, mesmo sem terem visto qualquer coisa direito", afirmou. Sobre as críticas a respeito do Whitewashing, a chamada "branquização" de obras provenientes de outros países, ele ressaltou: "O público está completamente certo e agora, visto que é uma adaptação americana, coloquei a mão na consciência e percebi o quantos estamos errados. Já estamos procurando atores negros asiáticos para compor todo o elenco, assim haverá representatividade afrodescendente e oriental - o melhor de dois mundos".

A notícia surge como uma imensa surpresa e promete trazer a tona mais polêmicas. Nessa semana, uma petição de boicote ao filme veio a tona, ganhando centenas de assinaturas. Conversamos com Nando Santa Cruz, o idealizador do projeto, para entender o que será feito.
"Eu realmente não sei. O boicote é pelo fato de não contratarem atores asiáticos, mas agora eles irão contratar, porém serão negros. Isso não está certo". Sob esta afirmação, a entidade SJW (Social Justice Warriors) já se pronunciou e disse não tolerar o racismo de Nando, "Vamos fazer um boicote do boicote. Onde já se viu, não aceitar negros? Ainda mais asiáticos, que são minoria na américa. Estamos entrando com uma ação contra o senhor Santa cruz".
Questionamos Nando também se ele pretende fazer um boicote ao filme live-action de Fullmetal Alchemist, que terá atores asiáticos para uma história que se passa inteiramente na Europa. Até o fechamento desta matéria, Nando não havia respondido.

Por fim, de acordo com informações privilegiadas do Deadline, alguns atores já estão cotados para a refilmagem, entre eles Samuel L. Jackson ou Morgan Freeman como Light Yagami. A justificativa seria que Samuel L. Jackson é um ser atemporal que pode interpretar qualquer personagem, seja ele branco ou negro, assim como fez com Nick Fury. Já Morgan Freeman, é uma autoridade inquestionável por ser Deus. 


Seja o primeiro a comentar.

Postar um comentário