Pular para o conteúdo principal

Destaques

O terror como punchline humorística em Get Out

O cinema tem como principal função apenas entreter, assim como qualquer outra forma de arte. Você pode dar "n" motivos para uma obra ser boa, mas se ela não entretêm, ela não serve para nada. Tendo isso em mente, eu sinto falta de um cinema um pouco mais descompromissado; eu sinto falta de contos e crônicas sinceras, coisas que só vemos em produções independentes que em sua maioria se quer chegam por essas bandas. Portanto, ver um filme como Corra fazendo sucesso tanto entre o público de nicho e o público geral, acabando por ser exibido com certa relevância, chega a emocionar. Não que isso automaticamente torne o longa bom, mas é que a sua proposta é tão simples e ao mesmo tempo tão cheia de nuances e propósitos, que é difícil não torcer para que dê certo. Corra deu certo e não só isso, é um respiro no gênero tanto de terror quanto de comédia. Ele não é inovador, mas a sua exótica combinação de gêneros culmina em uma história bem executada, sem a necessidade de ser megaloma…

TAG BEBOP: tudo (ou quase) sobre o meu gosto por animes

Se você me acompanha, não vai se surpreender. Se não me acompanha, também não vai.

E daí que eu tava navegando pelas interwebs, procrastinando no trabalho, quando me deparei com essa TAG criada pelo blog Nave Bebop. Eu ia dar um tempinho nas postagens, mas né, já que surgiu essa ideia, e eu sou uma pessoa egocêntrica que adora ficar respondendo coisas como se estivessem me entrevistando, por quê não fazer? Não tinha nenhum tema pra esse fim de semana, tava desistindo já de postar, então nada melhor que um post kibado de outro site em que eu não preciso pensar em nada.
E poxa vida, concordo totalmente com a Thais - esse calor fode minha inspiração. Não consigo nem escrever direito.

Ps: se você não tá a fim de ver minhas divagações inúteis sobre anime, simplesmente ignore esse texto e (re)leia as análises pseudointelectuais que temos. 
___________________________________________________________

Qual anime mudou sua maneira de ver o mundo?

Ih rapaiz, são tantos. Cada ano é um diferente. Vou segurar meu ímpeto sarcástico de responder Madoka Magica ou Evangelion, então eu vou de Fullmetal Alchemist Brotherhood.

Que obra você detestou à primeira vista e passou a venerar depois?

Bakemonogatari. O Juliuz tinha me recomendado falando que era a minha cara, e eu fui conferir e... Odiei no inicio. Achei um amontado de bizarrices presunçosas. Mas né, ainda bem que assisti até o final.

Qual obra ruim você adora mas tem vergonha de dizer

Não tem alguma coisa que eu tenha vergonha de dizer, sou cara de pau mesmo. Mas se a pergunta for apenas qual obra ruim eu adoro, eu diria que é Gantz. Aquele anime é tão ruim, mas tão ruim, que é bom.

"Professora, o Kurono tá de pinto duro" HAHAHAHAHA

Qual obra você acreditou que seria ótimo mas frustou suas expectativas?

Boku Dake Ga Inai Machi. Todo mundo falando tão bem e eu tipo, "sério que vocês tão pagando pau pra isso?"

Qual você nunca deixa de assistir e porquê?

Steins;Gate. Todo ano eu assisto e só fica melhor. PRECISA TER MOTIVO PRA REVER S;G?

Seu gosto pessoal puxa mais para o lado de Miyazaki ou Satoshi Kon?

Makoto Shinkai.

Qual unanimidade de público e crítica pela qual você não tem interesse?

Code Geass  ¯\_(ツ)_/¯.

Qual artista você admira por combinar atitude e qualidade artística?

Depende se é sobre anime ou mangá (deve ser de anime, por que a tag é SOBRE ISSO NÉ), mas vou falar os dois. Mangá: Junji Ito. Anime: Satoshi Kon.

Qual obra clássica você acha que não merece esse título?

Os Cavaleiros do Zodíaco.

Aponte um diretor que você considera que faz clássicos instantâneos 

Vou ficar patinando aqui na tríade e vou de Miyazaki.

Cite obras lançadas nos últimos dez anos que considera o melhor dos últimos tempos.

Nossa, tem muita coisa, mas também, assim como a Thais, vou citar só três: Fullmetal Alchemist Brotherhood, Steins;Gate e Monogatari Series.

Qual foi a história que mais marcou sua vida?

Se for mangá, eu diria que foi Oyasumi Punpun. Se for anime, foi Berserk junto de Slam Dunk, pois foram os primeiros animes que eu assisti que tem uma história que continua foda mesmo depois de tanto tempo (aliás, o que eu tava fazendo assistindo Berserk na infância?).

É isso pessoar, um postzinho para descontrair. Diz aí, qual anime marcou sua vida? Se quiser, responde também a tag nos comentários o/

El Psy Congroo.

Nos siga nas redes sociais! Facebook e Twitter

Postagens Relacionadas

Comentários

Postagens mais visitadas