segunda-feira, 19 de setembro de 2016

[Setembro Amarelo] Animes, mangás e séries para você se inspirar

Este é o mês do Setembro Amarelo, onde, para quem não sabe, acontece a campanha de combate ao suicídio e a depressão. Acredito que este tema seja pertinente, ainda mais nos dias atuais, quando as pessoas cada vez mais se isolam em seus próprios mundos e esquecem-se umas das outras. Sendo assim, resolvi realizar minha "contribuição" com esta data tão importante.
Já passei por maus bucados e na verdade, até hoje passo. Problemas como depressão e fobia social me acompanham por um bom tempo e em determinadas fases da minha vida, se intensificaram fortemente. Entretanto, mesmo no turbilhão de problemas, o que sempre me motivava eram as obras - sejam elas filmes, séries, animes e etc. De algum jeito, sempre encontrava alguma produção que tinha uma mensagem importante e esta mensagem eu levava (aliás, levo) para a vida toda.
Pensando nisso, resolvi compartilhar com vocês algumas dessas obras tão importantes para mim, que me influenciaram tanto e me ajudaram a refletir sobre a vida, de modo a me recuperar. Eu poderia ficar horas escrevendo um texto qualquer de autoajuda, genéricão mesmo que você pode encontrar em qualquer lugar, mas achei melhor falar por meio daquilo que é tema do blog: a cultura pop nerd.

1- Avatar: A Lenda de Aang

Não sei pelo o que você ou alguém ao seu redor está passando, mas recomendo fortemente assistir Avatar. A primeira vista pode parecer um desenho bobo e infantil, mas sua profundidade vai muito além - é uma produção sobre  crianças e suas dificuldades. A mitologia oriental se faz muito presente, sendo o "equilíbrio do ser" tema principal. De forma lúdica, o desenho nos mostra que todos cometemos erros, até o ser mais justo e conta uma história sobre a importância da harmonia entre o ying e o yang  (luz e trevas, bem e mal), dentro do coração de cada um. Além , claro, das divertidas aventuras de Aang e seus amigos, que valem cada minuto assistido.

Por meio dele, percebi coisas que nunca tinha notado - como, por exemplo, valorizamos exacerbadamente o lado da luz, nos cobrando continuamente coisas ao qual muitas vezes não temos capacidade. Prestar atenção no nosso lado "escuro" e equilibrá-lo, tratando-o devidamente (ou seja, conhecer e conversar consigo mesmo) é importante para uma perfeita harmonia da vida.


2- Fullmetal Alchemist

Só "descobri" Fullmetal recentemente, mas mesmo assim, já entra nesta lista. É um anime que fala sobre superação e companheirismo, de forma totalmente diferente. Ele segue o padrão do shounen, mas tem um desenvolvimento de personagem incrível, onde cada um busca os próprios objetivos. O que me agrada nele são suas lições duramente realistas - a obra utiliza do princípio da Troca Equivalente, onde você precisa doar algo equivalente para ter o que desejas. Sendo assim,  os personagens não utilizam poderes que vem do nada, mas se esforçam para consegui-los e usam da inteligência superar as adversidades.
Uma das melhores cenas surge logo no começo, quando Edward Elric, o protagonista, depois de desmascarar um Padre charlatão que enganava toda a cidade por meio da fé, se depara com Rose, uma das fanáticas, em prantos, totalmente estupefata e angustiada. A síntese da cena, é mais ou menos a seguinte:


Durante todo o enredo, todos estão sujeitos ao "destino". Mas o que os irmãos Elric fazem é tacar um "foda-se" para esse tal destino e constroem os próprios caminhos. Claro que em meio a tudo isso tem muitos erros, medo e decepção, mas como diz Edward na imagem: "você tem pernas perfeitas para se levantar e andar".

3- O Conde de Monte Cristo

Le Comte de Monte-Cristo, ou O Conde de Monte Cristo, é um livro lançado em 1846, escrito por Alexandre Dumas, o mesmo autor de Os Três Mosqueteiros. Sinceramente, é uma das obras que me inspira em muitos aspectos da minha vida. Na trama, conhecemos Edmond Dantes, um humilde pescador que namora Mercédès Herrera. Ao ser injustamente acusado de conspiração por seu melhor amigo, Fernand Mondego, Dantes vai preso sem saber exatamente o motivo.
Sendo assim, a história se trata sobre a descoberta de um ser comum, preso nas garras de malfeitores, a respeito não só do que fizeram com ele, mas sobre si mesmo. Durante os anos que passa preso, Edmond conhece um padre, que passa a lhe ensinar todos os seus conhecimentos. A cada dia, vemos o esforço do marinheiro em aprender absolutamente tudo, desde história à esgrima. E aos poucos, sua personalidade vai mudando, conforme adquire conhecimentos que jamais imaginaria ter. Acima de tudo, O Conde de Monte Cristo é uma história sobre vingança por meio do aprendizado. O protagonista poderia se deixar levar e apodrecer na cadeia sem nunca saber por que foi preso, mas ele decide tomar uma atitude - a curiosidade fala mais alto.
Também devo destacar uma ótima cena, em que o padre, prestes a morrer, tem um emblemático diálogo com o protagonista:

"[Abbe Faria] Aqui está sua lição final - não cometa o crime pelo qual você agora está cumprindo a pena. Deus disse, "A vingança é minha".
[Edmond Dantes:] Eu não acredito em Deus.
[Abbe Faria:] Não importa. Ele acredita em você."



Eu não acredito em Deus, mas o que importa nesse diálogo é a sutileza e significado contidos nele. Edmond não acreditar em Deus não significa somente não acreditar em um ser superior, mas em tudo! Inclusive em si mesmo e na justiça. Quando é proposto a reflexão para ele não realizar o crime pelo qual ele foi julgado injustamente e é dito "Ele acredita em você", vemos que as coisas se tornam boas ou ruins dependendo do ângulo que você as enxerga.

4- Beck

Beck é um mangá lançado em 1999, criado pelo autor Harold Sakuishi, que teve um anime, produzido pela fodástica Madhouse, em 2005. A obra conta história de Koyuki, um garoto do ensino fundamental que, meio sem querer, conhece Ryuusuke, um rapaz americano que tem como objetivo formar uma banda. É por meio dele que o protagonista conhece o mundo do rock e se apaixona por completo - tendo por objetivo se tornar um exímio guitarrista. A partir disso, vemos sua determinação para conseguir seu lugar na banda de Ryuusuke e junto de seus amigos, algum reconhecimento, tanto do underground, quanto, posteriormente, do mainstreim.
Se você ama música, recomendo que LEIA esse mangá. "ah, mas é sobre música, melhor ver o anime", bom, o anime é bem legal sim, mas não chega aos pés do mangá. Mesmo você não podendo ouvir, o autor consegue realizar genialmente a proeza de passar os sentimentos que cada um sente ao tocar. Isso vai muito além de qualquer coisa, tanto que até hoje, depois que Beck ganhou anime e filme, não consegui achar nenhuma música tão boa quanto as que eu "ouvi" lendo o mangá - pois foi minha imaginação quem criou aquilo.
A história é envolvente, reconfortante e impactante. Sem contar que tem boas doses de comédia e drama. Posso estar no pior momento, mas sempre que leio Beck (e olha que já li várias vezes), me sinto em paz; confortavelmente em casa.

5- Doctor Who

Se você acompanha o blog há um bom tempo, sabe que sou fanboy de Doctor Who, ao ponto de ficar reclamando quando decidem inventar coisas demais na série.
Bom, recomendo-a fortemente! Não sei descrever direito a sensação de assistir Doctor Who, mas é incrível acompanhar as aventuras de um alienígena e seus companheiros pelo universo afora, viajando pelo tempo e espaço. Primeiro, que você já se vê imerso em uma trama onde tudo é possível. Segundo, que o personagem principal, o tal Doutor, não é nenhum ser fodelão - sua única "arma" é uma chave de fenda. Seus feitos são puramente pautados em suas atitudes e discurso. Diversas vezes ele encontra situações amedrontadoras, que facilmente podem acabar com ele, mas é sempre com otimismo e muita inteligência, que supera tudo. Não importa qual seja a personalidade do Doutor, em todas fica a eterna curiosidade pela raça humana  e a destreza para vencer as adversidades apenas com a mente.
Sem contar nos temas tratados: temos desde escravidão a depressão. E envolvendo, muitas vezes, personagens históricos!
Realmente vale a pena assistir. Essa série me ajudou e me ajuda a passar por momentos difíceis. Por mais bobo que possa parecer, as vezes me pego pensando: "o que o Doutor faria?".


6- Oyasumi Punpun
Brinks! Se você estiver mal, NÃO LEIA ESSE MANGÁ. Esse vai pro post sobre obras para te colocar na fossa.

6- Harry Potter

Esse aqui é o clichezão da galera, mas sempre vale a pena lembrar as mensagens importantes contidas em Harry Potter. Hoje em dia vejo muitos defeitos, mas isso não diminui o fato do quanto HP me ajudou e me influenciou. Uma criança pode lê-lo superficialmente, como se fosse um simples livro de aventura, mas os adultos também podem se deliciar e captar os sentimentos. A história se trata sobre o poder da amizade, mas não só isso, sobre o descobrimento de nós, diante do mundo, e o quanto acreditar em si pode mudar o rumo das coisas. Harry é um menino bondoso que sofre na mão de outros e mesmo quando consegue algo, como amigos e reconhecimento, surge alguma coisa para colocá-lo para baixo. É quando se aceita como é, abraçando seu lado sombrio e decide seguir em frente, tanto para salvar os outros quanto para estar bem consigo, é que finalmente consegue superar os problemas. Veja só, a diferença entre ele e Voldemort, é que o vilão não consegue apreciar as coisas pequenas - o amor contido no ato de viver e na interação com outros. Não sei quem é você, mas se tem uma coisa que Harry nos ensinou, é não ficarmos escondidos no armário - mesmo que você diga que é um completo solitário e ninguém se importa, tenha a certeza de que está errado. Sempre existe alguém que preza por você, e acho que um dos nossos maiores defeitos é não valorizarmos isso, seja por vergonha ou qualquer coisa do tipo. Valorize, nem que seja uma única pessoa, seus pais ou sei lá quem, perceba o quanto você é importante e que tudo vai ficar bem. Não gosto de autoajuda e otimismo barato, mas tenha consciência: tudo tem um jeito. Absolutamente tudo.
Assim como Harry, tenha em mente quem você ama, mas não esqueça de si. Se esforce por seus objetivos e caso não os tenha, se perca por aí em busca deles. Mande um Avada Kedavra em quem tentar te derrubar e seja você o escolhido. Caso não tenha captado a trama, Harry não ganhou por que foi o escolhido divino, mas sim por que ele quis fazer algo.

7- Documentário sobre A Corrida Naruto

Esse aqui não tenho o que escrever, só recomendar o post que fiz sobre essa incrível obra da superação humana. Assista! É inspirador.


Enfim, é isso galera. Espero que tenham gostado. Tem muitas obras, mas resolvi colocar poucas para não ficar uma postagem gigante. Realmente, se não fosse meu amor pelos livros, animes, mangás, séries e etc, não sei onde estaria. Essa minha capacidade de refletir e captar esses sentimentos tão importantes, me trouxe boas perspectivas sobre a vida. Então, nada mais justo que tentar compartilhar um pouco disso com vocês.
Depressão é um problema sério, que precisa de tratamento. Não estou dizendo para você ir procurar imediatamente um psicólogo (apesar de ser uma boa ideia), mas de começar a perceber o quanto isso pode prejudicar a sua vida e o quanto você pode evoluir como pessoa, simplesmente pesquisando. Ao pesquisar, seja sobre comportamento ou psicologia, você também notará coisas importantes ao seu redor - e isso inclui obras. Para muitos podem ser só "ficção" ou fantasias, mas para mim são importantes perspectivas sobre a vida em si, que agregam a minha pessoa enquanto ser :)
Caso queria conversar, pode comentar embaixo, mandar mensagem no inbox da page, ou enviar mensagem para o meu email: atsokmaeister@gmail.com . Não sou especialista, mas sou um bom ouvinte.
Não tenha medo de falar.
Até mais e fica a pergunta: o que te inspira?

El Psy Congroo.

Para mais informações sobre o Setembro Amarelo, acesse o site: www.setembroamarelo.org.br.
Seja o primeiro a comentar.

Postar um comentário