Pular para o conteúdo principal

Destaques

O terror como punchline humorística em Get Out

O cinema tem como principal função apenas entreter, assim como qualquer outra forma de arte. Você pode dar "n" motivos para uma obra ser boa, mas se ela não entretêm, ela não serve para nada. Tendo isso em mente, eu sinto falta de um cinema um pouco mais descompromissado; eu sinto falta de contos e crônicas sinceras, coisas que só vemos em produções independentes que em sua maioria se quer chegam por essas bandas. Portanto, ver um filme como Corra fazendo sucesso tanto entre o público de nicho e o público geral, acabando por ser exibido com certa relevância, chega a emocionar. Não que isso automaticamente torne o longa bom, mas é que a sua proposta é tão simples e ao mesmo tempo tão cheia de nuances e propósitos, que é difícil não torcer para que dê certo. Corra deu certo e não só isso, é um respiro no gênero tanto de terror quanto de comédia. Ele não é inovador, mas a sua exótica combinação de gêneros culmina em uma história bem executada, sem a necessidade de ser megaloma…

(Mini-post) 1808 e a verdadeira história do Brasil

Recentemente tenho lido 1808, talvez um dos maiores best-sellers brasileiros e que muitos provavelmente já ouviram falar, mas mesmo assim vou dar uma sinopse rápida:
O livro se trata sobre a mudança da Corte Real Portuguesa para o Brasil, em 1808. Assim por diante, o autor vai nos contando os fatos, desde como era a vida brasileira na época, aos esquemas de corrupção. O mais intrigante deste livro é sua pesquisa histórica - altamente bem detalhada, com uma fidelidade e reconstrução dos fatos incrível.

É interessante ler este livro, por que é algo que está diretamente ligado ao que somos atualmente. É estimulante ler cada página, cada descrição, e pensar que se trata dos lugares que você pisa; que você vive - só que há 200 anos atrás. As personagens já são interessantes somente pelo fato de terem existido. Diferentemente do teatro, filmes e etc, aqui o autor não busca representar a história por meio da ficção, muito pelo contrário; é visto que pretende-se dar o devido lugar às ilustres figuras. Então, junte uma época conturbada, com uma ótima pesquisa histórica, e um autor com uma escrita leve: teremos esta deliciosa obra.

Primeiro, é necessário conhecer a história para se fazer o futuro, e 1808 exemplifica bem isso. Vemos a partir da raiz, os diversos problemas que afligem o Brasil mesmo na atualidade: desde maneiras e cultura à desvios de dinheiro e dívidas - e bota dívidas nisso!
A imagem que eu tinha anteriormente de Portugal era de um grande reino que só queria se aproveitar do Brasil e por isso o sugou durante todo o período de colônia. Mas o buraco é mais embaixo: acabei por descobrir que de grande reinado, Portugal tinha só lá em 1500. O país era o mais atrasado dentre todos da Europa, resistente à revoluções, o protestantismo e o pior de tudo: à ciência. O que, claro, causou um desmoronamento de toda uma Dinastia, que era munida de uma corte sinceramente decadente.
Só nestes simples fatos de inicio, vemos por que o Brasil segue até hoje um país atrasado. A vinda da corte foi um refúgio frente a Napoleão, para poder viver livremente suas vidas e assim como em Portugal, se aproveitando do povo - claro, tudo dentro de certas manobras politicas. Então, portanto, Portugal, pode-se dizer, era um reino parasitário quase que totalmente do Brasil.

Durante a história brasileira, nos vemos como um país pós-colônia muito rico e produtivo, mas refém dos estrangeiros. Todas as revoltas acabam de algum jeito saindo pela culatra, até mesmo as bem sucedidas - e tudo isso envolta sempre da educação. Quem pode se aproveita, e quem não pode satiriza.

Ainda não comprei 1808 (comecei a lê-lo despretensiosamente por meios ilícitos hue), mas junto com A Revolução dos Bichos e O Mundos de Sofia, já tem lugar garantido na minha estante. Recomendo fortemente, pois a partir dele podemos entender um pouco dos processos que resultaram no que somos, o que sucede-se no presente e o que será do futuro.

El Psy Congroo. 

Comentários

Postagens mais visitadas